UNTIL OUR HEARTS STOP

Meg Stuart

“I’ve never loved anything more than my paintings. Parting from them was the most painful moment in my life – worse than the death of my father, my mother or my sister.” – Cornelius Gurlitt (1932-2014)

Na nova produção de Meg Stuart, seis actores e três músicos encontram-se num lugar que é ao mesmo tempo uma discoteca e uma arena: um espaço pouco fiável, um refúgio, um lugar de desejo e ilusão. Ao som de um pujante baixo, piano e bateria – uma mistura entre improvisação e composição – fazem tentativas optimistas para cumprir prazos impossíveis.
Depois de tomar a sua própria biografia artística e pessoal como um ponto de partida para o seu trabalho a solo Hunter (2014), Meg Stuart inspira-se agora em pessoas que querem retirar-se do mundo real e construir o seu próprio cenário. um fantástico mundo cheio de regras. Os artistas são “insiders” invulgares, forçados a conectar-se de forma desconfortável mas outra vezes de forma lúdica. Navegando entre ingenuidade e desespero, eles são sonhadores que anseiam há muito tempo pela realidade. Num mundo no qual eles se diminuem e desaparecem, sentem o desejo de buscar novas formas de aparência.

Ficha Técnica


Coreografia Meg Stuart
Interpretação Neil Calhagan, Jared Grandinger, leyla Postalcioglu, Maria F. Scaroni, Claire Vivianne Sobottke, Kristof Van Boven
Música ao Vivo Paul Lemp, Marc Lohr, Stefan Rusconi
Dramaturgia Joroen Versteele
Cenografia Doris Dziersk
Figurinos Nadine Grellinger
Luz Jurgen Kolb
Assistente de Coreografia Francisco Camacho
Assistente de Cenografia Giulia Paolucci
Assistente de Figurino Davy Van Gerven
Assistente Artístico Igor Dobrucic
Ao utilizar este website está a concordar com a utilização de cookies de acordo com a nossa política de privacidade.
aceito