Um Lugar para a Dança

Desde 1996, a EIRA tem vindo a apoiar diversos coreógrafos e outros artistas, portugueses e estrangeiros, ao nível da cedência gratuita de espaço de ensaio para a realização dos seus projectos bem como organização de residências de criação e investigação artística.

O Teatro da Voz além de ser o novo espaço de trabalho diário da equipa da EIRA e seus artistas associados, é também através da EIRA, um espaço aberto a todos os coreógrafos, bailarinos e companhias de dança independentes, de Portugal e do estrangeiro, que procurem um espaço de ensaio em Lisboa para desenvolver as suas criações e/ou os seus projectos.

Conforme a disponibilidade horária do estúdio, a EIRA providencia gratuitamente a diversos artistas, o acesso a um espaço de ensaio equipado com material luminotécnico, sonoro e video, que pode ser utilizado com uma disposição convencional de Black Box, revestido a cortinas pretas e com plateia amovível para a realização de ensaios bem como para apresentação e realização de diversas outras actividades e eventos (ensaios abertos, apresentações informais, etc).

ENVIO DE PROPOSTAS:

Para envio de propostas ao nível de cedência de espaço de ensaio no Teatro da Voz queiram por favor entrar em contacto com a equipa de produção através do email: tiago.sgarbi@eira.pt, que vos informará atempadamente da disponibilidade de horários e condições de utilização do estúdio.

 

:::

 

RESIDÊNCIAS

 

MARTA CERQUEIRA
12 a 23 de Março

SubLinhar

Para se escrever a palavra SubLinhar é preciso um ponto e traçar linhas com a mão. Para se falar a palavra SubLinhar é preciso que um conjunto de sons saia da nossa boca. Mas há quem seja de poucas palavras… E o que é que acontece quando ficamos sem palavras? Se retirarmos Linha á palavra Sub(Linha)r podemos usá-la para desenhar no espaço, insinuar formas, texturas, acentuar movimentos, definir direcções ou percursos que nos levam a mudar de lugar, fazer perguntas ao mundo e crescer. Nessas trajectórias o corpo “também fala”, repleto de ossos, tendões e músculos experiência o aqui e o agora.

Criação e Interpretação: Marta Cerqueira;
Co-criação: Inês Campos;
Objectos: João Calixto;
Luz: Carin Geada;
Música: Simão Costa;
Figurino: Benedetta Maxia;
Apoio administrativo: MãoSimMão associação cultural;
Co-produção: LU.CA Teatro Luís de Camões, Materiais Diversos, Teatro Municipal do Porto/ Festival DDD – Dias da Dança;
Residências Artísticas e espaço de ensaio: Estúdios Vítor Córdon/Em Trânsito, Teatro Maria Matos, Centro Cultural do Cartaxo, SMUP, Teatro da Voz/Eira, Pró- Dança;
Agradecimentos: Ricardo Tabosa, Tiago Cerqueira

Ao utilizar este website está a concordar com a utilização de cookies de acordo com a nossa política de privacidade.
aceito